Baiana com síndrome de down conquista formação superior

Amanda Amaral Lopes, de 24 anos,é a primeira pessoa com Síndrome de Down da Bahia a concluir um curso de nível superior. Ela será diplomada em Biologia pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), nesta quinta-feira (23), em Vitória da Conquista. Determinação e apoio da família foram fundamentais para que Amanda atingisse seus objetivos que não param por aí. Ela pretende atuar na área de pesquisa científica, e se especializar em genética. “Sonho em trabalhar com Zan Mustacchi”, revela, referindo-se a um dos médicos geneticistas mais reconhecidos no Brasil e que atende pacientes com down há mais de 30 anos.

 

Para driblar o preconceito e as dificuldades, Amanda tem uma receita: “Se você ouvir um não, deve sempre seguir em frente”.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS