Tempo - Tutiempo.net

Capes: Diretor de avaliação pede exoneração em caráter irrevogável

PRÉDIO DA CAPES

O Diretor de Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Flávio Camargo, pediu exoneração do cargo na última terça-feira.

Em uma carta enviada à presidência do órgão, Camargo afirmou que não se sente mais “confortável” na função e pediu sua exoneração em caráter irrevogável.

Camargo é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e deve voltar para suas funções.

A demissão foi noticiada pelo jornal “Folha de S. Paulo” e confirmada pelo GLOBO. A exoneração ainda não foi publicada no Diário Oficial da União.

O caso ocorre após a saída de 114 pesquisadores que atuavam na avaliação quadrienal feita pela Capes nas áreas de Física, Matemática, Química e Engenharias.

O pedido de renúncia em massa feito por coordenadores e cientistas que atuavam como consultores do processo avaliativo foi revelado pelo GLOBO.

Camargo era o responsável pela área onde se instalou a crise.

Na carta enviada à presidente da instituição, Cláudia Toledo, o diretor agradece a oportunidade de ter chefiado a diretoria e expressa sua motivação para deixar o cargo.

De acordo com fontes, Camargo também teria alegado motivos de saúde.

“Venho tentando sustentar os motivos que me trouxeram pensando única e exclusivamente na avaliação do SNPG (Sistema Nacional de Pós-graduação) e na manutenção da missão da Capes.

Infelizmente não me sinto mais confortável na posição e sinto que não será benéfica para o SNPG a minha permanência neste cargo.

Deste modo, estou pedindo em caráter irrevogável, a minha exoneração” , diz o texto ao qual a reportagem teve acesso.

Na manhã desta quarta-feira, a presidência da Capes realizou uma reunião com os outros cinco diretores da instituição para Diretoria de Avaliação.

A instituição também determinou a substituição dos quatro coordenadores que deixaram seus cargos nas últimas semanas.

Inicialmente, a presidente do órgão, Cláudia Toledo, tentou reverter as renúncias, mas não obteve sucesso.

Com ionformações IG

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS