Professores conseguem mudança de referência e alteração de carga horária

O presidente da Aplb-Sindicato, Germano Barreto, aprovou o investimento do governo municipal na valorização dos professores, anunciado esta semana pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho. O governo vai liberar nos próximos meses mais de 300 processos referentes à mudança de referência, vantagem atrelada ao nível de formação dos professores, e também à alteração de carga-horária de 20 para 40 horas semanais.
Ambas as medidas implicam em aumento de salário real para os professores e incrementam a folha de pagamento do governo municipal em aproximadamente R$ 200 mil. Dezenas de professores esperavam pela medida desde o ano de 2009. Outros deram entrada em dezembro do ano passado ou nos meses anteriores, mas a decisão do governo é de atender a todos os casos. A previsão é de que as mudanças sejam válidas a partir de agosto.
Germano Barreto fez um retrospecto da luta da categoria em torno desses processos. “Viemos de um período de luta, foram três anos de sufoco, dor e de enganação. Fizeram tanta enrolada, os documentos dos professores desapareceram, a categoria estava sofrendo com essa confusão. Portanto, este é um dia de júbilo para a educação pública do município e para a cidadania”, comemora o sindicalista.
Germano elogiou o governo. Segundo ele, a decisão de aprovar as medidas favoráveis aos educadores “representa um avanço importante na valorização e dignidade dos professores”.
Com o reconhecimento, grande parte dos professores passa a ter estabilidade e a contar com vantagens como o pagamento das férias, além de ter um salário melhor, condizente ao seu nível de formação.

Fonte: Secom

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS