Senador pede ao STF que ministro da Educação seja investigado por homofobia

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Senador Fabiano Contarato

Na última quinta-feira (24), o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o ministro da Educação, Milton Ribeiro, seja investigado pelo crime de homofobia .

“A opção que você tem como adulto de ser um homossexual, eu respeito, mas não concordo”, declarou o ministro da Educação em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo .

Milton Ribeiro também disse que “o adolescente que muitas vezes opta por andar no caminho do homossexualismo (sic) têm um contexto familiar muito próximo, basta fazer uma pesquisa. São famílias desajustadas, algumas.

Falta atenção do pai, falta atenção da mãe”.

“Trata-se de um ministro da Educação homofóbico, que violenta criminosamente os princípios de respeito e a igualdade entre as pessoas consagrados na Constituição Federal”, declarou Contarato, o primeiro senador abertamente gay a ser eleito no Brasil.

O  senador entrou com uma representação no STF para que a Corte determine que a Procuradoria-Geral da República (PGR) investigue Milton Ribeiro.

Que país é esse (…)

 

OUTRAS NOTÍCIAS