Universidades estaduais da Bahia paralisam atividades nesta quarta

 

Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) paralisaram as atividades nesta quarta-feira (11). Segundo a Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb), a ação tem como objetivo denunciar a crise econômica das instituições e reivindicar maior repasse orçamentário.

Segundo a Aduneb, no último trimestre, os professores das universidades estaduais realizaram três paralisações devido à crise orçamentária. A última ação ocorreu no dia 7 de novembro. A associação afirma que se a situação não for solucionada, uma greve não está descartada para o início do ano letivo de 2014.

Às 9h desta quarta-feira, representantes de docentes, estudantes e técnico-administrativos participam de uma aula pública em frente a Assembleia Legislativa (ALBA), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Já às 11h está prevista para acontecer uma audiência pública na sala da Comissão de Educação da ALBA.

Os docentes reivindicam 7% de Receita Líquida de Impostos (RLI). Eles afirmam que, atualmente, a verba repassada pelo estado não chega a 5%. De acordo com a Aduneb, a paralisação tem como objetivo também chamar a atenção para o corte orçamentário de R$ 12 milhões, que estaria previsto para 2014.

Os professores também são contra o Decreto 14.710, que prevê o contingenciamento de recursos. Segundo eles, com o decreto, as universidades estaduais passaram a ter negados, entre outros itens, o custeio de viagens de docentes a trabalho, a aquisição de equipamentos e materiais didáticos, o financiamento de eventos e a reposição da frota.

Fonte: G1

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS