Anderson Silva chora na volta ao UFC

A volta de Anderson Silva não foi exatamente com o show que os fãs esperavam, mas deu vitória para o ex-campeão dos médios do UFC depois de 13 meses longe do octógono por conta de uma fratura na perna esquerda.

 

Em uma arena lotada em Las Vegas, o astro Anderson Silva começou sendo provocado, e muito, pelo sempre polêmico Nick Diaz, mas não caiu na onda do americano. O brasileiro, aos poucos, foi medindo a distância e foi soltando os golpes, e fez com que o adversário parasse com a brincadeira e acertando os socos no ex-campeão do UFC no final do primeiro round.

 

O segundo assalto começou com os adversários se estudando, cautelosos. Diaz, em certo ponto, abusou dos chutes na coxa direita do Spider. Os lutadores tentaram somar pontos acertando combinações. O terceiro round também foi marcado pela estratégia dos atletas, sendo os golpes mais contundentes de Anderson Silva, que estava sem medo de soltar a perna esquerda.

 

Percebendo a vantagem conquistada nos rounds anteriores, Anderson Silva apostava nos contragolpes para surpreender o rival a partir do quarto assalto, e Diaz aproveitou a espera do brasileiro para tentar golpes mais ousados, como em uma sequência de cotoveladas em um clinche.

 

O último e decisivo round foi parecido com os outros rounds. Anderson esperava para lançar seus golpes mais contundentes em contragolpes, enquanto Diaz não fazia muito para correr atrás do prejuízo sofrido em todo o duelo.

 

O brasileiro venceu o duelo por decisão unânime dos jurados e se deitou no octógono emocionado com a vitória sobre o americano após o trauma sofrido há mais de um ano.

 

 

Fonte: R7/Vídeo:Tiago Araujo Soares

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS