Bahia ganha 5 mil sócios em um dia

Mesmo conseguindo reativar o site oficial do clube, a intervenção do Esporte Clube Bahia lançou um novo site: www.sociodobahia.com.br. Apoiado pela justiça, o advogado Carlos Rátis criou um site paralelo para dar sequência ao trabalho de reorganizar a administração do clube, que tem como objetivos básicos o recadastramento dos sócios, convocação da Assembleia Geral, eleição do Conselho Deliberativo e do novo presidente.

 

Em apenas 15 horas, a nova campanha de sócios patrimoniais do Bahia, comandada pelo interventor Carlos Rátis, já quebrou a marca do primeiro dia inteiro do plano recém-lançado do Flamengo (2.700), dono da maior torcida do Brasil, e já alcançou toda a quantidade de antigos associados do clube. A paixão e o grito da Nação Tricolor estão chamando a atenção do país.

 

Foram cerca de 5 mil novos sócios apenas na internet (através do novo portal sociodobahia.com.br), sem falar no que está acontecendo nas lojas da Casa do Tricolor, em algumas Lojas 88 e na loja Bora Bahêa Store do Shopping Salvador. A marca é impressionante e continua crescendo.

 

O Bahia abriu as portas para o torcedor ganhar voz ativa. O plano tem o slogan ‘Você pode conquistar mais um título com o Bahia: o de sócio”. Para se associar, o torcedor precisa apresentar cópias e originais do documento de identidade, do CPF e de um comprovante de residência. Os novos sócios terão direito a participar das assembleias do clube, além de prioridade na compra de ingressos e desconto na compra de produtos de lojas credenciadas.

 

Para que torcedores de diferentes classes sociais tivessem acesso ao processo de associação, o interventor Carlos Rátis diminuiu a taxa de adesão de R$300 para R$10, com mensalidades de R$40.

“É fundamental chamar o torcedor para se associar. Esperamos uma associação em massa do torcedor do Bahia”, disse Rátis.

 

Mas a iniciativa de Carlos Rátis levantou uma nova discussão sobre as ações do processo de intervenção no clube, que busca não só a legalização dos cargos diretivos, mas também mais transparência. O processo tem prazo de validade e também corre seus riscos na luta pelo poder no Tribunal de Justiça.

 

 

 

Fonte: Tribuna da Bahia

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS