Tempo - Tutiempo.net

Bolsonaro diz que Mourão atrapalha e compara vice a um cunhado: “Tem que aturar”

Bolsonaro e Mourão

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou que a escolha de Hamilton Mourão (PRTB) para ser vice na sua chapa, em 2018, e disse que a decisão de incluir o general ocorreu em cima da hora e criticou o militar.

Bolsonaro afirmou que Mourão chega a atrapalhar sua gestão, ao ser perguntado sobre o papel do vice e como anda a relação entre os dois. Ele comparou o papel do vice como ao de um cunhado.

“Foi um nome escolhido meio a toque de caixa. Ele faz o trabalho dele. Por vezes, aqui, atrapalha um pouco. É que nem o cunhado. Você casa e tem que aturar o cunhado do seu lado. Não pode mandar o cunhado embora”, disse Bolsonaro, em entrevista à Rádio Arapuan, de João Pessoa (PB).

Bolsonaro disse que não quer mais escolher seu vice “em cima da hora”, que gera dificuldade.

Foi perguntado sobre a definição de quem pode ser seu companheiro de chapa na eleição de 2022. O presidente respondeu que tem recebido sugestões do perfil do novo vice.

“A escolha do vice foi muito em cima da hora. Como foi na composição das bancadas (para a Câmara). Muitos parlamentares depois de ganharem a eleição usando nosso nome se tornaram verdadeiros inimigos. Não quero mais esse problema, caso venha a ser candidato. O vice é importatíssimo para agregar simpatias. Alguns falaram que poderia ser alguém do Nordeste, ou uma mulher. Alguém com perfil mais agregador”, afirmou.

O presidente também foi questionado sobre o desempenho do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, se com ele é também no estilo “um manda e o outro obedece” e se pode vir a apoiá-lo para algum cargo no ano que vem.

“Se algo está dando errado no governo, a crítica vem para cima de mim. Algumas coisas eu mando e eles têm que obedecer. Tem regra, tem hierarquia. Mas a grande parte (dos ministros) tem liberdade para tocar seus projetos em frente. O Queiroga tem se saído muito bem e 90% do que ele faz estou de acordo. Deu prosseguimento a grande parte do que fazia o general Pazuello, que fez um trabalho fantástico na saúde”, disse Bolsonaro.

Agência Globo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS