Com nova chance de cair, Fla volta a se preocupar com a Lusa

 

No mesmo julgamento em que a Lusa caiu para segunda divisão após a escalação irregular de Héverton, o Flamengo perdeu a mesma quantidade de pontos (quatro) pela escalação irregular do lateral André Santos. O problema é que a Portuguesa promete recorrer da decisão e quem está na berlinda agora é o rubro-negro carioca.

Isso porque o Flamengo caiu para a 16ª colocação, com 45 pontos, atrás do Fluminense, que foi rebaixado em campo, mas ganhou duas posições com a decisão do STJD – o Flu agora é 15º, com 46 e a Lusa é a 17ª, com 44.

 

A Lusa promete, de todas as formas, reaver a vaga na elite. Já ameaçou até ir à justiça comum. Mas a atual estratégia da Portuguesa é um explorar um erro cometido pela CBF, que assumiu não ter atualizado o sistema apresentando o meia Héverton como jogador suspenso. A informação só apareceu no BID quatro dias depois do julgamento.

O programa, acessado pelos clubes com senha, informa quais atletas estão suspensos por cartão ou por punição do STJD. Para se defender, porém, a CBF usa o artigo 57 do Regulamento Geral das Competições, que diz que o clube não pode depender da entidade para controlar condição de jogo de atleta.

A Portuguesa, por outro lado, se apega ao fato de que a Diretoria de Competições da CBF orienta clubes a se informarem sobre advertências e punições através deste sistema. Com isso, a Portuguesa tenta incluir a CBF como coautora do erro e tentar reaver a decisão do STJD de rebaixar o time.

Fonte: IBahia

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS