Commebol pode excluir Corinthians de torneio após morte de torcedor

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A morte de um torcedor boliviano de 14 anos supostamente atingido por fogos de artifícios atirados pela torcida do Corinthians durante o empate entre a equipe brasileira e o San José, em Oruro, pode levar até à exclusão do time paulista da Copa Libertadores de 2013.

 

Pelo menos é o que prevê o regulamento do Novo Tribunal de Disciplinas da Conmebol, a Confederação Sul-Americana de Futebol.

 

O artigo 11 do regulamento determina que uma equipe pode ser punida por comportamento inadequado de seus torcedores e descreve o uso de sinalizadores e fogos de artifício como um desses casos. O artigo 18 especifica que o clube pode até ser eliminado da competição.

 

A Conmebol tem um histórico de condescendência com casos de indisciplina em suas competições. Os incidentes da final da última Copa Sul-Americana, quando jogadores do Tigre se recusaram a voltar para o segundo tempo após brigarem com seguranças do São Paulo nos vestiários do estádio do Morumbi, nem sequer foram julgados.

 

Corintianos detidos

 

Após a morte do jovem torcedor, 12 corintianos foram detidos pela polícia boliviana. O Corinthians lamentou o incidente. O técnico Tite e o gerente de futebol Edu Gaspar chegaram a chorar ao falar do assunto.

 

A Conmebol ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS