Tempo - Tutiempo.net

Conheça sete motivos para acreditar que a derrota de Anderson Silva foi armação

Após o nocaute sofrido por Anderson Silva para Chris Weidman, no UFC 162, pipocaram teorias de que o combate teria sido uma armação. A suposição tem cara de conspiração por sete motivos.. O primeiro deles, e que aguçou verdadeiramente as suspeitas, é o jeito displicente de Anderson Silva, que baixou a guarda em vários momentos. Ainda que isso ele já tenha feito em várias lutas anteriores.
Após o combate, Anderson Silva disse que não gostaria de uma revanche para retomar o cinturão dos médios. A declaração deu a entender que ele não quer mais lutar em alto nível.
Após a derrota, Spider também declarou que pensa em aposentadoria. A perda do cinturão seria uma forma de ele apressar o fim da carreira.
Anderson está insatisfeito por ter que cumprir um contrato de mais dez lutas com o UFC. Sem o cinturão, fica mais fácil para ele se livrar do compromisso antes do tempo.
A derrota de Anderson Silva tem um aspecto positivo para o UFC, que vai ganhar mais espaço na mídia com as especulações sobre o primeiro desafiante de Weidman.
Sem a obrigação de defender o cinturão, Anderson Silva pode virar um homem-show do UFC antes da aposentadoria. Fica mais fácil para ele mudar de categoria e fazer os tão sonhados combates contra Jon Jones e George Saint-Pierre.
Por fim, o fim da supremacia de Anderson Silva nos médios deve acirrar a disputa na categoria. Vitor Belfort é um dos que já se candidataram a lutar pelo cinturão.

Fonte: R7

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS