Flamengo derruba liminar que proibia alta de preços em ingressos

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Nesta sexta-feira (15), data em que completou 118 anos, o Clube de Regatas Flamengo conseguiu derrubar, em plantão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), a liminar expedida na quinta-feira (14) que obrigava o time a reduzir preços dos ingressos da final da Copa do Brasil. Com isso, os ingressos voltam à média de R$ 250 e R$800, conforme o clube tinha definido anteriormente.

A final da Copa do Brasil será no próximo dia 27 de novembro, no Maracanã. A liminar tinha sido concedida pelo juiz Marcello Rubioli, do Juizado Adjunto do Torcedor e Grandes Eventos da 2ª Vara Cível do TJRJ e atendia a um pedido do Ministério Público que considerava abusiva a elevação de cerca de 400% nos preços dos ingressos na comparação aos valores do jogo da semifinal da mesma competição.

O Flamengo já havia derrubado na quinta-feira uma outra ação movida pelo Procon-RJ contra o reajuste no preço dos ingressos para a final da Copa do Brasil. O juiz da 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, Luiz Roberto Ayoub, indeferiu o pedido liminar na ação civil pública proposta pelo Procon contra o time para limitar em até 30% o aumento dos preços dos ingressos. O juiz marcou ainda uma audiência especial para a próxima quinta feira (21), às 13h30. No encontro as partes devem discutir o reajuste com a presença do Ministério Público.

Nesta sexta-feira, um grupo de 50 torcedores fez um protesto na porta do clube na Gávea, zona sul do Rio. Eles pediam a redução dos preços dos ingressos. Os torcedores levaram faixas em que chamavam os diretores do clube de mercenários.

Fonte: Redação / Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS