Flamengo e Atlético-PR começam a decidir a Copa do Brasil

 

O Flamengo entrará em campo nesta quarta-feira (20) às 21h50 para disputar mais um título de sua história. Contra o Atlético-PR, no Durival de Britto, em Curitiba, uma nova geração de jogadores poderá começar a marcar seu nome na galeria de campeões do rubro-negro. Apesar de não carregar a braçadeira de capitão, Elias é o líder técnico do atual elenco. Autor de gols importantes nas oitavas de final, contra o Cruzeiro, e na semifinal, contra o Goiás, o volante vê na decisão da Copa do Brasil uma oportunidade de – em linhas tortas – realizar um sonho de criança.

Se Elias está acostumado a atuar ao lado de Luiz Antônio no meio-campo, a parceria pode ser desfeita.

Nesta terça-feira (19) durante treino fechado em Porto Alegre, onde a delegação rubro-negra estava antes de desembarcar à tarde em Curitiba, Jayme deu indicações de que pode adotar uma nova escalação. Na atividade, tirou Luiz Antônio e atuou com o zagueiro Samir pela esquerda. Com a mudança, Léo Moura e André Santos passam a ser alas. O objetivo é brecar os avanços de Marcelo, que costuma atacar em velocidade pelo lado direito.

Dono da faixa de capitão, Léo Moura não teme o clima hostil que deve encontrar no Durival de Britto, que terá 17 mil torcedores, dos quais apenas 1,5 mil serão do Flamengo. O jogador lembrou que o grupo suportou bem a pressão contra o Goiás, no Serra Dourada.

O lateral descartou que haja desentendimento entre jogadores e direção em relação à premiação pelo título, que seria de R$ 1 milhão. Segundo o jornal “Extra”, o prêmio seria considerado pequeno pelos atletas.

“Ser campeão pelo Flamengo vale mais que qualquer dinheiro ou premiação”, disse ele.

Hoje, às 14h, o site do Flamengo começará a vender ingressos para o segundo jogo da final para quem não é sócio-torcedor.

Fonte: Redação / O Globo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS