Fórmula 1: Massa é o quarto e Vettel vence mais uma

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Largando da pole position, o alemão da RBR não deu a mínima chance para os rivais e venceu com a mais absoluta tranquilidade em Monza, palco de seu primeiro triunfo na Fórmula 1, em 2008, pela STR.

Uma vitória com autoridade na casa da Ferrari, para desespero dos “tifosi” – como são conhecidos os torcedores do time italiano -, que vaiaram o piloto na cerimônia do pódio. Desesperado também deve estar Fernando Alonso.

O espanhol bem que tentou brindar a torcida com o troféu de primeiro lugar. Largou em quinto, ganhou posições e cruzou em segundo, mas passou longe do prodígio da RBR, que ainda pôde tirar o pé nas voltas finais.

Com problemas no câmbio, Mark Webber conseguiu levar sua RBR até o fim, fechando o pódio. Assim que cruzou a linha de chegada, parou o carro.

Prestes a ter o futuro definido no time de Maranello, Felipe Massa fez uma boa exibição no GP caseiro da Ferrari. Fez uma largada brilhante, pulando da quarta para a segunda posição. Fez também o “dever de casa”, deixando o caminho livre para o companheiro Alonso, que ainda sonha com o título. Porém, acabou perdendo o lugar no pódio ao ser superado por Webber na parada dos boxes.

De olho na vaga de Massa, Nico Hulkenberg foi um dos destaques da prova. Após conseguir a façanha de largar em terceiro com a limitada Sauber, conseguiu se manter no pelotão da frente, fechando em quinto.

Difícil de alcançar na pista e também na tabela. Com o sexto triunfo na temporada, Vettel subiu para 222 pontos e segue firme para se tornar o tetracampeão mais jovem da história. Com 12 de 18 provas disputadas, sua vantagem para o vice-líder Alonso subiu de 46 para 53 pontos.

Vettel é realmente a pedra no sapato do espanhol. Chegou à 32ª vitória na carreira, igualando o piloto da Ferrari como quarto maior vencedor da categoria. O alemão, porém, tem apenas 113 GPs disputados, contra 209 do espanhol. À frente deles estão apenas Michael Schumacher (91), Alain Prost (51) e Ayrton Senna (41).

Próxima etapa do GP será em Cingapura, dia 22 de setembro

O GP da Itália fechou a chamada “temporada europeia” da Fórmula 1. Os pilotos partem para a Ásia, onde disputarão mais cinco etapas no continente vizinho, a primeira delas em Cingapura, no dia 22 de setembro. Após a fase asiática, a temporada se fecha com mais duas provas, uma nos EUA e outra no Brasil.

Fonte: Foto: Agência AP

OUTRAS NOTÍCIAS