Tempo - Tutiempo.net

Ministério do Esporte contempla 5,8 mil esportistas

Com investimento de R$ 79,3 milhões, serão contemplados 3367 homens e 2463 mulheres

Foi publicada nesta sexta-feira (29), no Diário Oficial da União, Edição Extra E, a lista dos atletas contemplados no exercício 2017 do Programa Bolsa Atleta nas diferentes categorias das modalidades que pertencem ao calendário dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Com investimento de cerca de R$ 79,3 milhões, o Ministério do Esporte vai atender 5.830 atletas.

Do total, serão contemplados 3.367 homens e 2.463 mulheres. O atletismo é o esporte com o maior número de esportistas patrocinados, com 899 atendidos, seguido por natação (464), handebol (305), tiro esportivo (299) e judô (254).

O pleito tem como base os resultados esportivos de 2016 nas modalidades que compõem o programa dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos. O edital prevê a concessão de bolsas nas categorias Atleta de Base (R$ 370), Estudantil (R$ 370), Nacional (R$ 925), Internacional (R$ 1.850), e Olímpica/Paralímpica (R$ 3.100). O atleta contemplado recebe 12 parcelas do valor definido na categoria.

Concorreram à Bolsa Atleta os esportistas que obtiveram bons resultados em competições nacionais e internacionais de suas modalidades vinculados a uma entidade de prática desportiva. Esportistas da categoria Estudantil devem estar regularmente matriculados em instituição de ensino, pública ou privada.

Apoio direto

Considerado o maior programa de patrocínio esportivo individual e direto do mundo, a ação é uma das iniciativas do Governo Federal que têm contribuído para a formação de atletas que representem o país em competições nacionais e internacionais.

Desde a criação, em 2005, 20,7 mil atletas brasileiros foram patrocinados, num investimento que ultrapassa R$ 890 milhões, distribuídos em aproximadamente 51 mil bolsas. No exercício de 2016, 6.217 atletas de modalidades olímpicas e paralímpicas foram contemplados e outros 1.080 de modalidades não olímpicas e não paralímpicas.

Retorno em medalhas

A importância do Bolsa Atleta no rendimento dos atletas brasileiro pôde ser medida nos Jogos Rio 2016. Na edição olímpica, 77% dos 465 atletas convocados para defender o Brasil eram bolsistas. Das 19 medalhas conquistadas pelos brasileiros – a maior campanha da história –, apenas o ouro do futebol masculino não contou com bolsistas.

Já nos Jogos Paralímpicos, o Brasil teve a maior delegação da história, com 286 atletas, sendo 90,9% bolsistas. Foram 72 medalhas conquistadas, em 13 esportes diferentes: 14 ouros, 29 pratas e 29 bronzes, além de 99 finais disputadas. Todas as medalhas foram conquistadas por atletas que recebiam o apoio financeiro do Ministério do Esporte. O resultado se repetiu no Mundial de Atletismo Paralímpico, realizado em Londres, em julho. As 21 medalhas conquistadas na competição foram alcançadas por atletas patrocinados pelo Programa.

Jornal do Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS