Montillo ex-jogador do Cruzeiro perde pai e avô mortos com suspeita de coronavírus

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
FOTO: DIVULGAÇÃO

Walter Óscar Montillo, pai do meia Walter Montillo, da Universidad de Chile, morreu nesta terça-feira com suspeita de coronavírus.

Ele tinha 60 anos e foi internado no último sábado em um hospital na Argentina com graves problemas respiratórios. A confirmação de que ele estava infectado por Covid-19 sairá em breve.

A morte ocorre poucos dias depois que o avô de Montillo, Óscar, de 91 anos, também morreu ao apresentar os mesmos sintomas e a suspeita de estar com coronavírus. A Universidad de Chile divulgou nota lamentando as perdas e prestando solidariedade ao jogador.

O Cruzeiro, onde Montillo se destacou entre 2010 e 2012, também manifestou suas condolências ao meia argentino.

Montillo, de 35 anos, voltou à Universidad de Chile neste ano após três temporadas no Tigre, da Argentina. Pelo clube chileno, onde foi campeão da Copa Sul-Americana de 2009, ele atuou em nove partidas em 2020, antes da paralisação do futebol no país por conta da pandemia do novo coronavírus.

GloboEsporte — Santiago, Chile

OUTRAS NOTÍCIAS