Tempo - Tutiempo.net

Na Fonte Nova, governador prestigia triunfo da Seleção Brasileira Feminina de Futebol

Seleção Brasileira Feminina de Futebol X Seleção feminina da Jamaica de Futebol Feminino ma Fonte Nova

O governador Jerônimo Rodrigues acompanhou na noite desta terça-feira (4), a segunda partida do amistoso da seleção brasileira feminina – Brasil x Jamaica, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O jogo foi transmitido pela emissora pública baiana – a TVE, e culminou com a vitória da seleção brasileira por 4 X 0. A goleada foi protagonizada por um gol de Debinha, outro de Marta e dois de Jheniffer.

A seleção feminina, comandada por Arthur Elias, participou do preparatório para as Olimpíadas de Paris 2024 com uma baiana no elenco. A zagueira Rafaelle Souza, de 32 anos, nascida no município de Cipó, integrou a equipe vestindo a camisa de número 4.

No primeiro amistoso, no último sábado (1º), em São Lourenço da Mata, a seleção também aplicou uma goleada. Adriana abriu o placar, Chantelle Swaby ampliou com um gol contra para o Brasil. Marta foi a responsável por deixar mais dois na Arena de Pernambuco, e encerrar a partida em 4 X 0.

O Governo da Bahia vem incentivando a presença feminina no esporte através do Projeto Esporte na Cidade, apoiado pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), vinculado à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

A iniciativa oferece aulas gratuitas de futebol, exclusivamente para meninas na faixa-etária de 7 a 17 anos, no Estádio de Pituaçu, em Salvador.

Outras ações que merecem destaque são o Faz Atleta e o Bolsa Esporte, voltados para atletas de alto rendimento. São oferecidos incentivos financeiros e concessão de passagens aéreas e terrestres.

As modalidades esportivas já contempladas são: futebol de cinco, boxe, canoagem, karatê, remo, taekwondo, vela, natação e bicicross.

Na ocasião, o governador Jerônimo descerrou uma placa em comemoração aos 11 anos da Arena Fonte Nova, com uma homenagem ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o baiano Ednaldo Borges, pelo legado e dedicação ao esporte do estado. Ednaldo também atuou como presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF).

Simônica Capistrano

OUTRAS NOTÍCIAS