Ricciardo vence corrida na Hungria e deixa veteranos pra trás; Massa é quinto

A julgar pelos treinos livres, o GP da Hungria seria mais uma prova de 2014 com domínio da Mercedes.

Com a quebra do carro de Lewis Hamilton no treino classificatório, Nico Rosberg se tornou favorito absoluto à vitória neste domingo (27), mas, para alegria dos fãs de Fórmula 1, a pista molhada deu uma enorme dose de emoção à prova, que terminou com vitória de Daniel Ricciardo, da Red Bull.

Trata-se da segunda vitória do australiano de 25 anos na principal categoria do automobilismo mundial – ele, que também foi o melhor no Canadá, é o único piloto que não defende a Mercedes a ter subido no ponto mais alto do pódio este ano.

Apesar de ser novato na equipe, Ricciardo tem dado uma verdadeira surra no tetracampeão Sebastian Vettel ao longo deste campeonato.

A segunda colocação no dia ficou com Fernando Alonso, que foi acompanhado de perto por Lewis Hamilton. Nas últimas dez voltas da corrida, eles e Ricciardo travaram uma intensa batalha, com o espanhol se segurando na ponta com pneus desgastados.

A duas passagens do fim, o representante da Red Bull conseguiu a ultrapassagem sobre ambos e guiou tranquilamente nos metros finais para a vitória.

O brasileiro Felipe Massa fez uma corrida razoável. Ele chegou a andar na segunda colocação, mas perdeu rendimento com pneus velhos e a terceira parada nos boxes lhe custou o pódio. No fim, o paulista terminou em quinto.

Toda essa emoção só foi possível graças às intervenções do safety car na pista. Sofrendo com o asfalto úmido, pilotos como Ericsson, Grosjean, Pérez e Hulkenberg bateram no autódromo de Hungaroring, provocando a entrada do carro de segurança e unindo os pilotos em um bloco só.

Isso tornou o resultado da disputa extremamente aberto e dependente de boas estratégias nos boxes. Com isso, o líder do campeonato Rosberg acabou prejudicado e foi quarto.

Companheiro de Massa na Williams, Valteri Bottas sofreu com o mesmo problema e foi apenas oitavo. Hamilton, em compensação, fez uma belíssima prova, já que precisou sair dos boxes na penúltima colocação devido ao fato de seu carro ter pegado fogo no treino classificatório.

Agora, ele possui 191 pontos no campeonato, contra 202 de Rosberg. Ricciardo, por sua vez, é terceiro com 131. Massa atualmente ocupa a nona colocação, com 40 pontos conquistados.

Confira o resultado final do GP da Hungria:

1 – Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
2 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 5s2
3 – Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 5s8
4 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 6s3
5 – Felipe Massa (BRA/Williams) – a 29s8
6 – Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – a 31s4
7 – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – a 40s9
8 – Valtteri Botas (FIN/Williams) – a 41s3
9 – Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) – a 58s5
10 – Jenson Button (ING/McLaren) – a 1min07s2
11 – Adrian Sutil (ALE/Sauber) – 1min08s1
12 – Kevin Magnussen (DIN/McLaren) – 1min18s4
13 – Pastor Maldonado (VEN/Lotus) – a 1min24s0
14 – Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) – a uma volta
15 – Jules Bianchi (FRA/Marussia) – a uma volta
16 – Max Chilton (ING/Marussia) – a uma volta

Abandonaram:

Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber)
Kamui Kobayashi (JAP/Caterham)
Sergio Pérez (MEX/Force India)
Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
Romain Grosjean (FRA/Lotus)
Marcus Ericsson (SUE/Caterham)    

Fonte: Reuters

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS