Ronaldinho ganha outra ‘última chance’ na seleção brasileira

Ronaldinho tem nesta quarta-feira (06) outra oportunidade de recomeçar a carreira na seleção. Desde 2006, quando naufragou com o “quadrado mágico” de Carlos Alberto Parreira, o gaúcho teve várias “últimas chances” no time da CBF.

 

Dunga e Mano eventualmente o convocaram, mas o camisa 10 nunca deu a resposta que se esperava. E Ronaldinho ficou fora do Mundial da África do Sul, da Copa América de 2011 e da Olimpíada de Londres.

 

Luiz Felipe Scolari teve com ele uma conversa a sós, cara a cara, em que o técnico deixou claro que contava com o astro desde que houvesse contrapartida, interesse.

 

Pelo menos fora de campo, Ronaldinho respondeu. “É o tipo de responsabilidade que todo jogador quer ter. Só sofro essa cobrança porque eu já fiz muito pelo futebol.”

Do goleiro Júlio César, outro veterano desta seleção, Ronaldinho ouviu um apelo. “Falei para ele vir, nos ajudar, porque ele ganhou a Copa, eu não, e eu quero ganhar.”
Embora seja um dos mais experientes, Ronaldinho disse não se ver como “pai” dos mais jovens, como Neymar ou Lucas.

 

Este será seu centésimo jogo pela seleção brasileira.
Segundo a CBF, já foram 35 gols. O mais famoso dele talvez seja um anotado contra o mesmo rival de hoje à noite, a Inglaterra.

 

Nas quartas de final da Copa de 2002, Ronaldinho cobrou com perfeição falta de muito longe, que encobriu o goleiro Seaman. “É claro que foi de propósito, sem dúvida eu quis chutar direto para o gol”, disse o meia, rindo.

Fonte: Folha de SP

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS