Tempo - Tutiempo.net

Único técnico negro na série A, Cristóvão afirma: “existe preconceito”

O técnico Cristóvão Borges, do Bahia, é o único técnico negro entre os 20 que trabalham na Série A do Campeonato Brasileiro. Procurado pela revista Placar no mês de março do ano passado, ele preferiu não se pronunciar sobre o assunto, mas agora decidiu falar e quebrou o silêncio em bate-papo com o Yahoo! Esporte Interativo.

 

“Tenho a sensibilidade para perceber que existe preconceito, sim, e que a tolerância é diferente nesse caso”, disse Cristóvão. “O que eu percebo, e acho que tem a ver com a cor, é que a tolerância é bem menor. Se você procurar no cenário do futebol, é raríssimo um treinador negro. Então, alguma coisa tem que ser prestada a atenção”.

 

A declaração do treinador reflete uma realidade encarada por muitos treinadores pelo país. Lula Pereira, ex-Bahia, deu uma declaração à Placar que acabou virando título da matéria. “Me desculpe, você é preto” foi uma declaração dada por um dirigente ao técnico durante uma negociação para conseguir trabalho. A reportagem aprofunda a questão com diversos profissionais da área. Na época da publicação, o iBahia Esportes aproveitou o gancho e entrevistou treinadores, dirigentes, um historiador e o presidente da FBF para aprofundar o assunto que ainda é tabu no país.

 

Um dos principais nomes da atual geração de novos técnicos do Brasil, Cristóvão Borges está tranquilo quanto ao assunto e ressalta que a competência deve vir à frente. “O que eu acho é que, independente de cor, tem que ter preparo. E acho que me preparando, nada disso vai me atrapalhar. Então, não tenho dificuldades, não tenho problemas em relação a isso”.

 

 

 

 

Fonte: Correio

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS