A posse dos novos secretários de Jaques Wagner será discreta

As informações de bastidores dão conta de que a posse dos novos secretários do governo baiano será discreta, destaques maiores apenas para as cerimônias envolvendo os titulares do PR e do PTB, partidos que não tinham cargos no governo Jaques Wagner.

O governador teria comentando o fato antes de viajar, no último sábado, para cumprir agenda na China e no Japão, dizendo que não teria ato político por se tratar de “uma troca de continuidade”.

“A maioria dos cargos é para continuar a gestão, sem aqueles que manifestaram interesse em disputar um cargo na eleição deste ano, e o que ficou acordado é que se fosse ter algum ato, que fosse interno.” Teria dito o governador.

“O fundamental é ir trabalhando”, teria dito o governador à sua equipe. Entretanto, fontes ligadas à Tribuna afirmam que o governo vai tomar a decisão hoje segunda-feira sobre fazer ou não ato político, mas a intenção é ser algo coletivo.

São substituições naturais e que tem uma situação especial no caso do PR e do PTB.

Mas a ideia não é fazer muita espuma sobre isso, vai ser uma coisa bem discreta, fazer uma posse coletiva, cada um deve fazer posses internas nas suas secretarias.

Até porque não chega a ser uma reforma administrativa como outrora, na verdade os secretários estão se afastando para serem candidatos e os substitutos já foram sendo nomeados.   

Fonte: Agecom/Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS