Candidatos testam a popularidade na caminhada da Conceição ao Bonfim

 

Nesta quinta-feira (16) acontece a tradicional Festa do Senhor do Bonfim e são esperadas cerca de um milhão de pessoas no cortejo. Contudo, todos os holofotes se voltam para a consequente largada da disputa eleitoral, onde os pré-candidatos farão sua primeira prova de fogo junto ao eleitorado.

Embora apenas os representantes do PT e do PSB nas urnas, o secretário da Casa Civil Rui Costa e a senadora Lídice da Mata, tenham tido os nomes oficializados para o embate, é certo que a oposição marchará unida num bloco capitaneado pelo prefeito ACM Neto, ao lado de todos os possíveis postulantes – Paulo Souto (DEM), Geddel Vieira Lima (PMDB), João Gualberto (PSDB) e o também democrata José Carlos Aleluia.

O PSOL apresentará sua aposta às ruas, o aspirante Marcos Mendes. Enquanto isso, a senadora Lídice da Mata, candidata à sucessão estadual pelo PSB, surpreende ao desfilar pelo cortejo dissociada do seu aliado histórico: o PT. Todos eles em busca de um maior propósito: ganhar visibilidade.

O Partido dos Trabalhadores sairá com um grande cordão, que, diferentemente do que ocorreu nos anos anteriores, contará com a participação de todos os seus aliados e apoiadores da pré-candidatura de Rui Costa e do vice-governador, Otto Alencar, as grandes estrelas.

Como reforço em prol do convencimento de apoio ao projeto da sigla, um total de 2.000 camisas brancas, com a impressão da imagem da Igreja do Senhor do Bonfim, a frase “Renovando as Esperanças” e a estrela vermelha do partido, foram confeccionadas para serem distribuídas.

 

Importância política no cortejo é admitida

O próprio presidente do PT de Salvador, Edson Valadares, alerta para a importância política que o cortejo tem ganhado nos últimos anos. “Alimentar nossa alma, de pedir saúde, paz e sabedoria para nosso povo, mas também servirá como nossa primeira atividade de rua neste ano de eleições e de consolidação da democracia brasileira, com a sociedade participando dos debates sobre as políticas públicas”. O deputado federal Valmir Assunção (PT), por sua vez, afirma ter certeza de que Rui e Wagner serão os destaques de hoje, por conta da confiança da população no projeto do governo.

O grupo contrário, que ainda não tem data para escolher seu candidato, elegeu o desfile como a oportunidade de avaliar quem melhor representatividade terá junto à população. Lembram ainda, sem esconder o otimismo, que o ano passado, Neto foi a grande revelação da festa e se elegeu prefeito, derrotando o PT. E, conforme atestam, a meta, em prol de uma Bahia melhor, é repetir o mesmo feito.

Também vestidos de branco, militantes do PSB e da Rede Sustentabilidade percorrerão juntos os oito quilômetros de caminhada. Mas o destaque fica por conta da estreia da senadora Lídice da Mata como adversária dos petistas.

Ao lado da ex-ministra Eliana Calmon, que concorrerá ao Senado, deve abusar, como tem feito, do discurso de renovação do modelo de gestão no estado, bem como da necessidade de uma mulher no poder. Para o vereador Silvio Humberto (PSB), que sempre participou da Lavagem como devoto, este ano ele irá até a Colina Sagrada levando as bandeiras da educação, igualdade e respeito. “Gosto da expressão ‘Quem tem fé vai a pé’ e eu irei com muita fé, com o sentimento de renovação e de vontade de uma Bahia melhor”.

Fonte: Fernanda Chagas

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS