Tempo - Tutiempo.net

Criminosos que mataram turista em Salvador são presos

Um dos suspeitos de atirar e matar o turista espanhol Hugo Calavia Blanco, de 36 anos,apreendido na madrugada deste sábado (18), é menor de idade, segundo informou o delegado responsável pelo caso, Antônio Carlos Magalhães Santos.

O adolescente de 16 anos foi apresentado no início da tarde deste sábado, na 12° Delegacia Territorial (DT/Itapuã), em Salvador.

O menor foi apreendido na cidade de Serrinha, a cerca de 170 quilômetros da capital baiana, na casa de familiares.

“A avó dele entrou em contato e informou onde ele estava, mas quis negociar a entrega dele à polícia. As investigações iniciais apontam que ele foi o autor dos tiros que matou o espanhol. A família do outro suspeito também entrou em contato com a gente, mas estamos negociando para que ele também se entregue”, relata o delegado.

O menor foi levado para a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), onde deve ser definido para qual local ele será encaminhado.

O segundo suspeito foi preso no final da tarde também deste sábado (18).

De acordo com o delegado, o jovem de 20 anos se entregou à polícia. Ele está detido na 12ª delegacia, em Itapuã, onde presta depoimento. “Já era esperado que ele se entregasse ainda hoje”, disse ele.

O amigo de Hugo, o também espanhol Alberto Aroz, de 36 anos, sobreviveu após ser baleado durante o assalto. A assessoria do hospital onde ele está internado não informou o estado de saúde dele, nem confirmou se ele continua internado.

O crime contra os estrangeiros ocorreu na noite de segunda-feira (13), no bairro de Itapuã, na capital baiana.

Segundo o delegado Antônio Carlos Magalhães Santos, depois de balearem Hugo, os dois criminosos saíram com o veículo e atingiram Alberto. Em seguida, eles fugiram no sentido Farol de Itapuã.

As vítimas tinham acabado de deixar um restaurante e voltavam para pegar o veículo em um espaço usado para estacionamento, quando foram abordadas. Hugo foi morto com um tiro no maxilar, enquanto Alberto foi atingido por dois disparos, um no pé e outro no peito.

O carro usado pelas vítimas era alugado e o delegado afirma que investiga ainda se os espanhóis reagiram a abordagem.

Hugo veio do Equador e havia chegado a Salvador no dia do crime. Ele estava fazendo um tour pela América Latina. Já Alberto vivia na capital baiana há sete meses.

Fonte: Redação/G1 Bahia

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS