Deputados baianos combatem crise cortando a sopa dos funcionários da Assembléia

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Deputados estaduais precisaram cortar até a sopa das 18h dos funcionários para tentar cumprir a meta do governo estadual de economizar.

Ainda no âmbito da Assembleia Legislativa, é cogitada a redução de verba de gabinete dos parlamentares, que não receberam também a suplementação de R$ 25 milhões pedida ao governador.

Em algumas repartições do Estado, o ar-condicionado funciona somente das 10h às 17h, as luzes dos corredores ficam apagadas e as impressoras foram recolhidas.

No Teatro Castro Alves, foram canceladas algumas das apresentações de dança do BTCA, companhia ligada ao teatro, e da Orquestra Sinfônica da Bahia.

A ordem é apertar o cinto para tentar cumprir o decreto do governo que determina economia de R$ 250 milhões nos custos operacionais, como nas contas de água e luz.

Pois bem, depois da sopa na Assembléia, será a vez do palito, do cafezinho, do papel higiênico?  

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS