Gabrielli resiste e faixas espontâneas o citam como governador 2014

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O movimento promovido pelo secretário do Planejamento, Sérgio Gabrielli, no último sábado, aponta por manter sua pré-candidatura a governador do estado, em 2014.

Quem imaginou que Gabrielli iria recuar ou se aliar a Rui Costa, o preferencial do governador Jaques Wagner, se enganou.

Isso significa dizer que, o esperado consenso na chapa petista ainda será objeto de longas conversas de bastidores e o nome só será efetivado após as eleições para a Executiva Estadual e as regionais.

No sábado, Gabrielli fez a sua parte. Levou ao Hotel Fiesta seus seguidores, as correntes que o apóiam, mostrou que está razoavelmente bem amparado, sua assessoria difundiu de mão cheia que ele é o nome preferencial do ex-presidente Lula, e certamente agora vai aguardar os movimentos dos seus competidores para decidir o que fazer.

No PT, nada é fácil, ainda que a força do governador Wagner seja inquestionável.

O sentimento na outra ponta, ou seja, no grupo que apoia Rui Costa, é de que nada muda e o secretário da Casa Civil continuará sua trajetória pelo interior, entregando tratores e eventualmente representando o governador Wagner.

Falam os “ruistas” que seu grupo vencerá a eleição para a presidência do partido, com Everaldo Anunciação, e a partir daí as coisas ficarão mais fáceis. É só aguardar.   

Fonte: Assessoria/Redação

OUTRAS NOTÍCIAS