Tempo - Tutiempo.net

Médicos cubanos devem reforçar o atendimento à saúde em 22 municípios do interior da Bahia

O atendimento à saúde deverá ser reforçado em 22 municípios do interior baiano, com a chegada de mais 50 médicos de Cuba. Os profissionais foram recebidos neste domingo (25) pelo secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, no Aeroporto Internacional de Salvador e vieram por meio do Programa Mais Médico, do governo federal, contratados por intermédio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

 

Eles serão escalados para trabalhar nas cidades de Adustina, Araci, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Carinhanha, Cansanção, Central, Cocos, Coronel João Sá, Correntina, Formosa do Rio Preto, Itiúba, Jeremoabo, Macaúbas, Mansidão, Nova Soure, Remanso, Riacho de Santana, Serra Dourada, Sítio do Quinto, Souto Soares e Tucano.

 

Segundo o secretário, os 22 municípios foram escolhidos pela necessidade. “Muitos destes municípios há muito tempo tentam preencher estas vagas. Os médicos vão trabalhar em unidades de saúde da família que já existem, são postos de saúde montados e com equipes completas, muitas delas têm odontólogos, só faltava o médico”, destacou Solla.

 

Os profissionais recém chegados demonstram ter consciência da missão. “Nós, médicos de Cuba, estamos muito orgulhosos de poder trabalhar aqui, para ajudar a população do Brasil, para diminuir a mortalidade de muitas doenças. Estou muito emocionada, muito orgulhosa, muito feliz”, disse a médica Disney Razo.

 

 

Fonte: Redação, com informações da Agecom

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS