Tempo - Tutiempo.net

Prefeita de Itajuípe pratica nepotismo e emprega 22 parentes

 

Catorze servidores lotados na prefeitura de Itajuípe, deverão ser exonerados, segundo informou o Ministério Público da Bahia (BA), por prática de nepotismo por parte da gestora Gilka Badaró (PSB). O nepotismo é o ato de improbidade que consiste na nomeação ou contratação irregular de parentes.

Estes servidores têm grau de parentesco com a prefeita dentre eles o filho, Humberto Badaró, e uma nora. No dia 20 de novembro, a promotora de Justiça Lívia Luz Farias, havia recomendado a exoneração de outros 8 servidores que são parentes da prefeita e de outros ocupantes dos principais escalões da gestão. Foram mencionados 37 casos, mas a investigação da promotoria constatou que havia nepotismo em 22 das contratações sem concurso público.

A prefeita, para comprovar que respeitou a recomendação, terá de enviar ao Ministério Público cópia dos atos de exoneração ou rescisão contratual em até dez dias após o fim do prazo, que se encerra na próxima terça (10).

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS