RUI DESTACA POTENCIAL AGRÍCOLA DO OESTE BAIANO

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Com capacidade para abater 60 bois por hora, o Frigorífico Frilem foi inaugurado pelo governador Rui Costa no município de Luís Eduardo Magalhães

Com capacidade para abate de 60 bois por hora, o Frigorífico Frilem foi inaugurado pelo governador Rui Costa em Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, nesta sexta-feira (2). No município, Rui também anunciou a construção de um novo colégio da rede estadual e visitou a Bahia Farm Show 2017, maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte e Nordeste.

Segundo Rui, a visita à Bahia Farm é a reafirmação da parceria do Governo da Bahia com o agronegócio. “Vimos essa semana o crescimento de 13% da produção agrícola no Brasil, inclusive salvando o PIB. O oeste da Bahia tem feito diferença e nos dado orgulho. Recentemente, mandamos um grupo, junto com os produtores, para fazer convênios com universidades, para que a gente pesquise a possibilidade de ampliar o uso da água do subsolo do oeste, com o objetivo de produzir mais. Além disso, temos feito parceria na área de infraestrutura, com a recuperação de estradas, utilizando os fundos de recursos “, destacou o governador.

O presidente da Bahia Farm Show e da Associação dos Irrigantes da Bahia (Aíba), Celestino Zamella, afirmou que a produtividade do oeste baiano vem aumentando. “Ano passado tivemos uma produtividade média de soja de 37 sacas. Este ano foi de 54. A safra de algodão está vindo excelente. Tenho certeza que as lavouras de algodão deste ano são as melhores dos últimos anos de volume, qualidade, resistência, comprimento, grossura. O PIB agrícola de mais de 13 por cento era uma certeza. O produtor pode ter uma reserva e trabalhar para a próxima safra”.

Os maiores fabricantes mundiais de máquinas e insumos para o agronegócio montaram seus estandes na Bahia Farm. São máquinas que chegam a custar mais de R$ 2 milhões. Osmar Martins é representante da New Holland. “Na Bahia Farm nós apresentamos toda a nossa tecnologia não apenas para a Bahia mas para Sergipe, Piauí, Maranhão e Tocantins. A feira atende toda a Matopiba, é a porta de entrada para a tecnologia. Tudo vem primeiro para cá e depois é difundido para outras regiões”, conta.

O investimento é fundamental para o agronegócio. Os agentes financiadores também estavam presentes na feira, entre eles a Desenbahia. O gerente regional da agência, Helder Falk destacou o aumento dos financiamentos durante a Bahia Farm Show. “Num primeiro fechamento parcial, tivemos R$ 361 milhões em intenções de financiamento. No ano passado, nesse mesmo período, foram R 280 milhões. É um crescimento expressivo”.

O governador Rui Costa conheceu ainda o Laboratório de Análise de Algodão da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e inaugurou o frigorífico, que também possui estrutura para o abate de suínos, ovinos e processamento de subprodutos, e deve gerar 70 empregos diretos na região. O investimento foi de R$ 15 milhões.

Sobre o colégio, o governador anunciou que serão investidos cerca de R$ 3 milhões na construção. “Até semana que vem, será publicado o edital de licitação. Serão oito salas, laboratórios e quadra coberta. Uma escola de qualidade e bem construída para que a gente possa melhorar a condições de ensino em Luís Eduardo Magalhães”, afirmou.

Leonardo Attuch

OUTRAS NOTÍCIAS