Tempo - Tutiempo.net

Vídeo-Polícia: Projeto permite reconhecimento facial e compartilhamento de dados

Rui Costa lançamento vídeo polícia

Com o objetivo de reduzir os índices de violência no Estado, o governador Rui Costa (PT) lançou o projeto Vídeo-Polícia – Mais Inteligência na Segurança na manhã desta terça-feira (18).

Trata-se de um sistema de videomonitoramento inteligente que possibilita o reconhecimento facial de pessoas, placas veiculares e o compartilhamento de banco de dados entre outras funcionalidades.

“A Bahia está inovando e tem que inovar”, exalta Rui.

“A tecnologia pode trazer eficiência, rapidez e melhor serviço público, inclusive na segurança porque ela otimiza recursos materiais, otimiza recursos humanos e, ao invés de ter uma viatura ou centenas de viaturas — nós temos, ao todo, duas mil viaturas no estado (…) —, você tem as câmeras monitorando e a polícia apenas posicionada no local estratégico pra dar resposta imediata quando [o crime] for diagnosticado”, acrescenta.

Todo o projeto, que vai funcionar como um piloto, contou com investimento de R$ 18 milhões. Com ele, 300 novas câmeras também serão agregadas ao parque já existente no estado.

Após esse lançamento, em janeiro, o governo pretende lançar uma licitação para expandir a tecnologia de reconhecimento facial a escolas e unidades de saúde.

O governo do Estado planeja expandir o novo sistema de videomonitoramento inteligente para escolas e unidades de saúde.

A previsão, segundo o governador Rui Costa (PT), é de já no mês de janeiro publicar a licitação do pacote de rastreamento, que consiste na instalação de câmeras de reconhecimento facial em “todas as escolas”.

“Todo mundo, professor, aluno, servidor, vai ter que registrar sua entrada e a sua saída da escola todo dia pra gente ter segurança de quem está [na unidade escolar] e, ao mesmo, a família ter a segurança de que o filho, de fato, está na escola”, anunciou o governador na manhã desta terça-feira (18).

Rui explica que a medida se faz necessária diante do contexto atual em que muitos jovens dizem estar na escola, mas, na verdade, são recrutados por criminosos e a família nem sabe.

Esse pacote será lançado em meio à “Rede Governo de Comunicação”, que integra ainda a licitação de rádios com a tecnologia LTE para os policiais.

Essa nova ferramenta vai permitir que os agentes possam receber e enviar fotos e vídeos de um criminoso que precisa ser localizado, por exemplo. “Ou seja, a gente pode estar filmando toda a ação policial pra depois divulgar pra imprensa”, exemplifica o petista.

João Brandão / Ailma Teixeira

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS