Executivo

mm

Bolsonaro fez o Supremo se unir

A sorte de Jair Bolsonaro é que não há sessão presencial no Supremo Tribunal Federal nesta quinta-feira. Se não tivesse uma pandemia matando quase 500