Aumento superior a 391% sobre a TFF revolta pequenos comerciantes

O comerciante Pedro Souza de Castro, proprietário da empresa Comercial de Doces e Biscoitos Ltda, localizada na Rua Caitite, bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana, denunciou sua indignação para com o atendimento da secretaria da Fazendo, que desde o ano passado vem tentando falar com o secretário da pasta.

Os motivos são provocados pelo aumento exorbitante e desproporcional da Taxa de Fiscalização e Funcionamento – TFF, do seu estabelecimento comercial, referente ao ano de 2013.

O valor pago em 2012 foi de R$ 248, 98, o valor cobrado em 2013, com aumento em torno de 391% TFF atingiu a cifra de R$ 972, 44. Um verdadeiro absurdo.

Inconformado com o aumento o comerciante vem tentando falar com o secretário e os seus assessores sempre apresentam uma desculpa e evitam o encontro.

Pedro Souza de Castro deseja ouvir do próprio secretário explicações sobre as razões de aumento, nenhum serviço público teve um aumento tão vergonhoso e absurdo como esse. Sua empresa é pequena e não vai poder assumir esse valor.

No final de dezembro recebeu uma carta cobrança no valor de R$ 1.298,57 e a informação, na mesma carta, que se o débito fosse pago até o dia 30.12.2013, seria anistiado nos juros e correções e pagaria apenas o principal, R$ 972,44, ou seja, o valor cobrado com o aumento.

A denúncia foi realizada no Programa Jornal da Povo, da Rádio Povo que tem a apresentação do jornalista e radialista, Carlos Lima. Segundo o profissional, está tendo início um movimento de pequenos comerciantes para questionar na justiça o aumento exorbitante da TFF, realizado pela secretaria da Fazenda de Feira de Santana.

Fonte: Redação do cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS