Tempo - Tutiempo.net

Colbert errou: a valorização sempre deve ser para quem merece

Presidente da Caixa Econômica, Pedro Duarte Guimarães e o prefeito Colbert Martins

A insatisfação dos vereadores em não participarem de reunião com presidente da Caixa Econômica, Pedro Duarte Guimarães, não procede.

O vereador Roberto Tourinho (PV) da bancada oposicionista, não deixou por menos e aproveitou a oportunidade para dar uma alfinetada e tentar fecundar cizânias entre os vereadores da base governista.

“Os vereadores presentes foram convidados a se retirarem. Quero me solidarizar com os vereadores que estavam no local a convite do prefeito e foram tratados com esta descortesia do executivo” disse o edil.

Já o presidente da casa, vereador José Carneiro, em um aparte, questionou: “se a presença dos vereadores não era importante, por que convidou?”

Deve-se salientar que a reunião era oficial entre o presidente da Caixa e o poder executivo de Feira de Santana. O encontro foi  solicitado pelo próprio dirigente da Caixa, em um calendário objetivando manter conto com o poder executivo em vários municípios do país.

O prefeito Colbert Martins com a intenção de prestigiar o poder Legislativo e a sua bancada, convidou os vereadores a participarem da recepção.

Se esperar que houvesse o entendimento tácito de que após a recepção  o prefeito tivesse um momento reservado com a autoridade visitante.

Entretanto os edis presentes não souberam se comportar como um poder independente.

Como  era protocolarmente necessário o atendimento da solicitação os vereadores foram informado, de forma educada, que o prefeito iria receber em audiência o presidente da Caixa.

Esse ato não é nenhuma descortesia.

Quando o prefeito recebe a visita de uma autoridade na prefeitura ele tem a obrigação de convidar os vereadores?

Quando o presidente do Legislativo recebe a solicitação de autoridades para uma reunião ele tem a obrigação de convidar o prefeito?

O erro do prefeito foi convidar os vereadores. Querendo prestigiar sua bancada, não avaliou um possível despreparo ou um excesso de vaidade.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS