Tempo - Tutiempo.net

Colbert tentou se insurgir, perdeu, volta aos braços de José Ronaldo/ Carlos Lima

Presidente Jair Bolsonaro e Colbert Filho

Estamos a pouco menos de um ano para a eleição nacional, onde o povo brasileiro estará escolhendo o Presidente da República, Governadores, Senadores e Deputados Federais e estaduais.

Até o momento as pesquisas eleitorais se mobilizam mais em torno da campanha presidencial, onde a polarização deverá se confirmar em torno do ex-presidente Lula e o presidente Bolsonaro.

A construção de uma terceira via se perde entre oportunistas e ausência de popularidade e credibilidade eleitoral.

Não poderia ser diferente em Feira de Santana, município comandado pelo “Quase ninguém” Colbert Filho. Bolsonarista de carteirinha.

Seguindo o seu carma de “não confiável”, pode deixar o Bolsonaro para seguir o indicado pelo Democrata ACM Neto.

Sob influência de José Ronaldo apoia o ‘dito cujo’ ao governo do Estado da Bahia, demonstrando infidelidade ao seu partido MDB e provavelmente, assumindo a postura de menino de propaganda do juiz corrupto, que acredita ser combatente da corrupção, Sérgio Moro.

Nacionalmente os cenários são hipotéticos, mas para Colbert Filho essa hipótese tem nome, José Ronaldo, seu mentor.

Tentou se insurgir, perdeu a maioria da base de apoio Câmara Municipal, seu governo responde a duas CPIs e construiu   uma   rejeição recopilada ao longo do seu mandato.

Nessas eleições, tentando se manter no governo municipal, reassume o carma e se joga nos braços de José Ronaldo sem nenhum pudor político, aliás, nunca teve.

 É bem provável que sua história política venha se confundir com a história de José Anselmo dos Santos, conhecido como Cabo Anselmo.

Agente infiltrado das forças de repressão do governo militar, que coletava e fornecia informações facilitando a captura de guerrilheiros e opositores da esquerda, incluindo sua noiva, mesmo grávida, foi brutalmente torturada e morreria em uma prisão militar.

É dessa forma que o espelho reflete politicamente o prefeito de Feira de Santana.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS