Tempo - Tutiempo.net

Comunidade do distrito de Humildes se reúne para discutir segurança; PM não comparece

Autoridades do município de Feira de Santana se reuniu com moradores

delegado João Rodrigo Uzzum, titular da 1ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin)

Na noite de terça-feira (28), no Espaço Juca Eventos, no distrito de Humildes, em Feira de Santana, a comunidade e autoridades municipais e estaduais se reuniram para discutir sobre a segurança pública na localidade.

Com uma população superior a muitas cidades do Estado da Bahia, o distrito de Humildes vem registrando uma onda crescente de assaltos, incluindo arrastões, tanto na sede como nas comunidades e estradas vicinais.

Um dos fatores que contribuem com a ação dos marginais é a proximidade do distrito com as BR-324 e 101, que facilitam as fugas.

Estiveram presentes autoridades policiais como o delegado João Rodrigo Uzzum, titular da 1ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin), secretário Mauro Moraes, da Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev), lideranças locais, políticos e moradores.

Durante a reunião, que lotou o espaço de eventos, chegavam informações de novos assaltos no distrito e o delegado João Uzzum designou uma equipe da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), para investigar os roubos na região.

O delegado informou ainda que o efetivo da 3ª Delegacia será reforçado e os moradores não precisarão mais se deslocar até a sede do município, quando necessitarem prestar queixa.

Entre as reivindicações da população de Humildes está a instalação de uma Base Comunitária de Segurança da Polícia Militar.

Um detalhe reclamado pela comunidade foi a ausência de representantes da Polícia Militar. Não foi informado o motivo do não comparecimento.

Recentemente o programa Jornal da Povo, da Rádio Povo, através do jornalista e radialista Carlos Lima, denunciaram a situação de insegurança no distrito de Humildes e criticou a recusa d delegacia local em não registrar as queixas na própria delegacia, sendo necessário se deslocar até a sede do município para fazer o registro da ocorrência.

Por outro lado, o deputado estadual Targino Machado fez uso da Tribuna e denunciou a falta operosidade da delegacia do distrito de Humildes.

Após essa reunião, mesmo com a ausência do comando da Polícia Militar no município, algo realmente seja feito.

A comunidade saiu esperançosa da reunião com medidas que serão adotadas pelo delegado João Rodrigo Uzzum, titular da 1ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin).

cljornal com informações da Corpin e da Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS