Tempo - Tutiempo.net

Corredores de tráfego em Feira de Santana não oferecem condições para o transporte coletivo

Em razão das constantes reclamações sobre a qualidade do serviço prestado pelas empresas de ônibus de Feira de Santana, o coordenador de tráfego do Sincol (Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de Feira de Santana), Jeferson Carlos, informou que os corredores de tráfego por onde circulam os ônibus, não oferecem condições para que os veículos possam fazer um transporte eficiente.

“A situação é pior nos bairros Parque Lagoa, Mangabeira, Aviário, Feira VII, Tanquinho, Candeal e Mantiba, onde existe um elevado índice de quebra de veículos, atolamentos, atrasos e perdas de viagens”.

Ainda acrescenta que apenas no setor de manutenção das empresas existem mais de 150 funcionários trabalhando 24h.

“Mesmo assim há dificuldades. Além das ruas sem pavimentação, onde há pavimentos estão em condições precárias, principalmente nesse período chuvoso de maio a agosto. Em locais que foram realizados serviços da Embasa a situação é mais grave”, denunciou.

Para Jeferson, “a falta de trafegabilidade nos bairros geram um elevado grau de insatisfação do usuário com o transporte, mas a culpa não é dos ônibus e sim das vias, uma vez que a maioria das linhas não possuem pavimentação em toda a sua extensão”, finaliza.   

Fonte: Redação com informações de J. Bezerra

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS