Depois de tenebrosa ausência o fumacê está de volta

O desaparecido fumacê.

Carros-fumacê borrifaram o inseticida lambda cialotrina, misturado com óleo vegetal, para eliminar o eades aegypti, na sua forma alada (adulta), nos bairros Queimadinha, Cidade Nova, Campo Limpo e Rua Nova.

Isso depois de uma ausência desses serviços a muito tempo no município.

Os bairros foram identificados como aqueles que nas últimas semanas apresentaram maior número de notificações (que não significa diagnóstico das doenças) relacionadas a chikungunia e ao zika vírus.

No entanto mais de 60 dias que os sintomas dessas enfermidades vem sendo notificados em todo o município e nenhuma ação com maior eficiência tinha sido realizada.

O coordenador de endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Edilson José Miranda Matos, disse para se ter o controle, o inseticida, nestes dois casos, deve ser aplicada a cada três dias.

Pergunta-se porque não foi aplicado a mais tempo se a contaminação é feita pelo mosquito adulto, que é o resultado de uma prevenção mal feita.

No caso de dengue o período entre aplicações é uma semana. Ainda afirmou que o Índice de Infestação Predial no município é de 0,76% – abaixo do do que preconiza o Ministério da Saúde que é de 1% .

Ainda nesta semana as equipes retornarão aos bairros, para o segundo ciclo. Mas ele pede que os moradores abram suas portas para que o inseticida chegue a todos os cômodos.

O coordenador explica que a atuação do fumacê está diretamente relacionada ao número de notificações e o inseticida, ao controlar a reprodução, quebra a cadeia de transmissão da doença.

Mesmo com esse índice abaixo do preconizado, os casos apresentados e identificados são assustadores.

Edilson José ainda relatou que o lambda cialotrina age com maior eficiência contra o mosquito aedes aegypti. O óleo assegura que as partículas do inseticida não fiquem suspensas e se percam no ar. Como se sabe, o mosquito voa baixo.

Espera-se que o setor de vigilância também atue rasteiro e eficiente. Não precisa voar.

Redação do cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS