Tempo - Tutiempo.net

Eleições Municipais: demandas do povo em primeiro lugar/por Carlos Lima

Ronaldo X Zé Neto

Não é fácil assimilar o que diz parte da imprensa feirense, quando analisa os movimentos nos bastidores das eleições municipais, deste ano, principalmente na defesa dos interesses pessoais.

Quase sempre confundem analisar com opinar, expressar com desejos individuais, se beneficiar com defender os anseios do povo, atacar com defender a honestidade administrativa.

Tenho observado que o alvo principal das investidas tem sido o ex-prefeito e ex-candidato a governador, José Ronaldo de Carvalho. Será essa mudança motivada pela insatisfação edificada pelo seu pupilo e sucessor, o prefeito mequetrefe?

Ou esse terreno não mais produzirá os efeitos desejados?

O grupo político usou uma viseira e não construiu um projeto sucessório. Ao personalizar um único líder. Pode afundar na própria areia movediça que criou.

José Ronaldo controla o poder político no município a mais de 20 anos. Manteve o processo sucessório sempre frágil diante de sua liderança, sendo o principal expoente na densidade eleitoral

A base construída e mantida na sua própria liderança, manteve como estrutura eleitoral sua própria imagem. Durante esse período ele foi o sol. Será que continua?

Seus sucessores sempre inferiores, submissos e quase sempre medíocres, nem sombras conseguiram ser. Serviram apenas como exemplo do que não deveriam ser, suscitando a volta do que foi.

Usados eficientemente como projetores do líder maior, foram subservientes, se auto destruíram para o fortalecimento do Ronaldismo.

Parte da imprensa também foi engabelada, as benesses e mimos surtiram os efeitos desejados, como sempre. Alguns de forma escancarada, outros com certa prudência, sempre vencida pelo capital.

Não duvidem, a história pode se repetir. O bolso vazio é chamariz. O poder já conhecido seduz com facilidade. Querem e não querem. Não me joguem na água, me joguem no fogo. Diz o sabido pensando em se lambuzar.

O envolvimento é público e notório, nas masmorras procuram um fiapo de luz, uma corrente de vento, que os leve ao final do túnel.

Não existirá problema na escolha do Vice de José Ronaldo, o interesse dos partidos aliados é eleger o prefeito, entre eles o nome mais forte é José Ronaldo e dentre eles aquele com maior densidade eleitoral, menor rejeição e capacidade de articulação será o escolhido para ser o vice. Claro, com a participação de todos no governo. Se a ação for outra, a possibilidade de derrota é bem mais real.

A negociação eleitoral não é uma questão de amizade. Amizade à parte, poder de voto presente. Votos reais, não imaginários. Será que Ronaldo conhece?

Será que ele já elegeu e deixou de eleger muita gente em Feira de Santana?

Atualmente o deputado federal Zé Neto tem uma grande vantagem sobre José Ronaldo, mas nada está decidido. Existe muita água passando por baixo dessa ponte e a enxurrada vai chegar, quem a construir mais forte por certo desfrutará de sua força. Esta é a maior incógnita nessa eleição de 2024.

A coleta está sendo feita, os reservatórios estão abertos quem os fizer transbordar vai inundar a cidade de votos.

Acredito conhecer grande parte do comportamento de José Ronaldo diante de algumas ações políticas em eleições e governabilidade. Mas, não quer dizer que o deputado federal Zé Neto é um neófito, muito pelo contrário, basta analisar sua longevidade em mandatos contínuos, enfrentando forte oposição e uma rejeição sempre construída pelos adversários políticos.

Nesses sucessivos embates para o executivo, essa é a melhor condição eleitoral para chegar ao Paço Municipal.

Vamos contribuir para uma política mais séria, mais justa e consciente, o individual deve ser superado, o importante é o coletivo, é o município capacitado para atender todas as demandas do seu povo.

Carlos Lima

OUTRAS NOTÍCIAS