Ex-prefeito de Fátima e funcionários são presos, pela operação 13 de maio da Polícia Federal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Mais de sete pessoas já foram presas pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (13), durante a Operação 13 de Maio, realizada para combater crimes de desvio de recursos públicos e corrupção praticados em prefeituras de 20 municípios baianos. 

 

O ex-prefeito de Fátima, Oswaldo Ribeiro do Nascimento, o filho dele e ex-secretário municipal de finanças José Roberto Oliveira Nascimento, o secretário de Educação, Cidney Andrade, a mulher dele e diretora de escola, Maria Iva Rodrigues de Carvalho, José Wilson Batista Reis, Erivaldo Costa de Santana e José Ducival Nascimento, todos de Nova Fátima, foram presos e levados para o Posto da Polícia Federa de Feira de Santana. Em seguida eles serão encaminhados para o Conjunto Penal da cidade.

 

O prefeito de Sítio do Quinto, Cleigivaldo Carvalho Santa Rosa  e o atual prefeito de Nova Fática José Idelfonso, estão foragidos. Cerca de 400 agentes federais, 45 servidores da CGU e 45 da Receita Federal, participam da operação e cumprem  29 mandados prisão, sendo 21 na região de  Feira de Santana e 15 na região de Fátima, decretados pela Justiça Federal. 

 

Segundo a PF, pelo menos R$ 30 milhões foram desviados nos municípios investigados. Sete pessoas foram afastadas de suas atividades e cargos públicos. Os desvios foram identificados nas cidades de Fátima, Heliópolis, Ipecaetá, Aramari, Banzaê, Ribeira do Pombal, Sítio do Quinto, Água Fria, Novo Triunfo, Itiruçu, Ourolândia, Santa Brígida, Paripiranga, Itanagra, Quijingue, Sátiro Dias, Coração de Maria, Cícero Dantas, Lamarão e São Francisco do Conde.

 

 

Além dos prefeitos, quatro vereadores, cinco secretários municipais e nove funcionários públicos também tiveram a prisão decretada. 

Fonte: Correio/ Foto: Web.

OUTRAS NOTÍCIAS