Humildade constrói mais não define eleições/por Carlos Lima

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

O deputado Zé Neto está certo ao afirmar que pesquisas é uma fotografia de momento. E o cenário que está construído para as eleições municipais em Feira de Santana, como em todo o país, diante da pandemia, se tornou incomum.

Muitas definições estão na fornalha, o público eleitor transita em meio às indecisões protagonizadas, propositalmente, pelas agremiações partidárias.

As pesquisas poderão refletir, em parte, a direção do eleitor após a realização das convenções que estarão homologando as indicações nas chapas majoritárias e proporcionais.

Seria uma prejudicial vaidade considerar que as consultas de opinião pública sobre os candidatos a prefeito em Feira de Santana, já realizadas, representasse uma posição consolidada do eleitor.

O trabalho é árduo e após oficialização de todos os candidatos, a campanha se tornará arrevesada e de resultados incertos.

Quem melhor souber utilizar as ferramentas atuais, que estão disponíveis para todos, terá maiores oportunidades de construir aceitação do eleitor.

No momento não existe nenhuma definição. As especulações fazem parte do jogo. É como um jogo de xadrez, as peças estão postas no tabuleiro, quem melhor souber move-las terá chances de vitória.

Carlos Lima

OUTRAS NOTÍCIAS