Lençol freático ameaça construção de ‘túnel’ no centro de Feira

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Visão aérea das obras das trincheiras

A Justiça Federal não é a única ‘pedra no meio do caminho’ do projeto de BRT para Feira de Santana elaborado pela equipe de governo do prefeito José Ronaldo (DEM), que está encerrando o terceiro mandato como Prefeito de Feira.

Um lençol freático ( lençol de água subterrâneo situado em nível pouco profundo) existente em Feira de Santana sob a avenida Maria Quitéria pode ser mais uma grande dificuldade para o Governo de Feira caso resolva levar adiante a obra da trincheira (ou túnel) no cruzamento desta avenida com a Getúlio Vargas.

A obra do “túnel” faz parte do projeto global do BRT que está sob suspeição na Justiça. O contrato de empréstimo de dinheiro do FGTS, através da Caixa Econômica, para execução do projeto, foi suspenso por ordem judicial.

Depois da suspensão do empréstimo da Caixa Econômica Federal  o prefeito José Ronaldo convocou a imprensa para dizer que “com dinheiro da Caixa ou sem dinheiro da Caixa” a Prefeitura vai fazer o ‘túnel”. E a obra realmente não parou de todo apesar da decisão judicial.

Neste fim-de-semana o engenheiro Danilo Ferreira divulgou em redes sociais o “perfil longitudinal” (que descreve o decaimento da pista para efeito de escoamento de água) feito pela Prisma Engenharia, empresa autora do projeto.

Segundo ele o documento  “mostra o nível da água do lençol freático da trincheira da Avenida Maria Quitéria a 5,98 metros, 1,2 metros acima do leito da via”.

“Uma drenagem que custa 22 milhões e com previsão de término em três anos. É muita irresponsabilidade fazer uma obra como essa”, escreveu o engenheiro. (Jânio Rêgo – Blog da Feira)

O problema

Vejamos: Se realmente existe o problema causado pelo lençol freático, por que a empresa só veio descobrir e divulgar depois que a obra foi iniciada?

Os estudos de viabilização realizados não detectaram o problema?

Como a obra das trincheiras entre entre as Avenidas Maria Quitéria e Getúlio Vargas tem um prazo de conclusão de três anos, se a divulgação oficial da prefeitura é de conclusão, com ou sem recursos próprios em setembro desse ano?

Onde está a verdade sobre as trincheiras?

Qual dos profissionais não diz a verdade: o engenheiro da obra ou o engenheiro Danilo Ferreira, candidato a vereador pelo PT, (segundo informação do próprio). (cljornal)

OUTRAS NOTÍCIAS