Tempo - Tutiempo.net

Marcelo Brito secretário de Saúde sofre de irreversível amnésia

Secretário de Saúde Marcelo Brito sofre de amnésia

O secretário municipal de Saúde do município e presidente licenciado do Sindicatos dos Hospitais Privados de Feira de Santana, após assumir a função passou a sofrer de forma irreversível de amnésia, ou seja: distúrbios cerebrais, da medula espinal e dos nervos.

Convocado para depor na ÇPI, em andamento no Legislativo feirense, só faltou esquecer o próprio nome.

Sendo um ferrenho defensor da medicina privada, fato já comprovado em outras oportunidades, ao alimentar tentativas de prejudicar a saúde pública do município, uma das ocorrências verificadas foi a redução do antendimento feito pelo HTO a pacientes do SUS, em seguinda suspender no setor de Ortopedia, pela Unidade Médica da qual era Diretor.

Na época fazíamos a cobertura jornalística da Secretaria de Saúde para a Secom.

Depoimento na CPI

Ao ser ouvido demonstrou excesso de nervosismo diante das perguntas que lhes fora dirigida, lembrou que seu operador era Luciano Braz, mas não sabia quanto ganhava, se tinha carteira assinada, onde morava e como encontrá-lo.

Sobre sua empresa ter recebido dinheiro da Secretaria de Saúde, mesmo seno o titulara da pasta, não se lembra de nada.

Um doente com amnésia precisa ser inocentado. Esquece o que faz, principalmente com o dinheiro da saúde do município.

Neste caso o prefeito Colbert Filho deve saber. Foi ele que nomeou o médico mercantilista. Estava querendo o que?

Será que era coisa boa. Para quem?

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS