Tempo - Tutiempo.net

Odesembargador Nilson Castelo Branco diz que há indícios concretos de complexa e sofisticada organização criminosa sob o manto da COOFSAÚDE e SICOOB

SICOOB FEIRA DE SANTANA ENVOLVIDA COM A COOFSAÚDE

O desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) Nilson Soares Castelo Branco, membro da 2ª Turma da 1ª Câmara Crime, negou Habeas Corpus (HC) ao empresário Haroldo Mardem Dourado Casaes.

A decisão foi fundamentada no processo Nº 8028637-77.2018.8.05.0000, declarando que “no caso dos autos, há indícios concretos da existência de complexa de sofisticada organização criminosa.

Ela atuava por intermédio e sob o manto da Cooperativa de Trabalho Ltda. (COOFSAÚDE) (que seria uma Cooperativa apenas de fachada).

Um dos representados suspeitos de promoverem fraude à licitações, imposição de sob pre-preços em contratos de fornecimento de mão-de-obra na área da saúde, desvio de dinheiro público da saúde do município de Feira de Santana, causando prejuízo de elevadíssima monta ao erário e também a promoção de lavagem do capital ilícito em tese apropriado”, e acrescenta “com efeito, que o empresário Haroldo Mardem é apontado como líder da organização e maior beneficiário com o esquema, tendo, inclusive, constituído instituição bancária (SICOOB)”, também sob investigação.

cljornal com informações do processo que corre na Justiça.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS