Tempo - Tutiempo.net

Panorama feirense IV/cljornal

Vereadxor Fernando Torres, presidente do Legislativo feirense

Os vereadores subservientes

Os atuais comentários na Câmara de Vereadores de Feira de Santana, abordam o desejo de 7 vereadores – que lutam para o prefeito não submergir sua cintura temendo morrerem afogados – da possibilidade de destituição do presidente da Casa, vereador Fernando Torres.

Lógico. Ao realizar uma administração séria, honesta e transparente, colocou um freio na fome de cargos e de benesses ofertadas, pelo prefeito Colbert Filho, que tem a intenção de ditar as ordens no legislativo, como fazia anteriormente.

Hoje, pode-se dizer. A maioria dos edis estão recuperando o respeito da sociedade e a dignidade como representantes do povo, os apoiadores do governo passam longe dessa recuperação.

No uso indevido de veículos da Câmara, o, presidente da Casa iniciou um processo de regulamentação de utilização, fato que vem encontrando certas dificuldades e críticas.

As decisões dxesabgradam aqueles que utilizavam os veículos para fazer política, o último entrevero com o presidente aconteceu da seguinte maneira, conforme relato da presidência:

“O vereador Pastor Valdemir já pediu o carro da Câmara para viagem a Salvador, mas tem momentos que negamos, porque o carro da Câmara não é para levar eleitor a Salvador, mas vereador no exercício do mandato”, disse, citando que o vereador Lulinha (DEM) também já solicitou, mas foi negado.

O presidente Fernando Torres afirmou que uma das medidas tomadas em sua gestão é o estudo que vem sendo feito para reajuste salarial dos servidores efetivos da Casa.

ntretanto“Os presidentes anteriores não davam aumento aos efetivos, mas cargos e cargos a vereadores, tanto é que agora são 13 cargos para cada”, quantidade desnecessária.

O dedo na ferida

Sem medo de pôr o dedo em feridas, Fernando Torres avança para o reconhecimento público de uma das gestões mais honestas e dignas realizadas no Legislativo feirense.

Entretanto alguns edis parecem não resistir aos encantos das benesses do Executivo, dizem,  ofertadas pelo prefeito.

Turismo com diárias

A última tournée programada pelo prefeito Colbert Filho foi ao Recife (PE). Alengando visitar, segundo ele, a Sudene.

Como as depesas não saem do seu bolso, ainda recebe diárias, levou a tiracolo o vice-prefeito Fernando de Fabinho, o homem dos CPFS, e o secretário de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Carneiro.

Quer trazer alguns projetos para o município. A Sudene vai fazer os projetos ou ele deveria leva-los para serem aprovados e financiados.

Se na prefeitura ninguém sabe fazer projetos, ele poderia negociar a elaboração dos projetos via internet, explicitando as finalidades.

Mas o turismo prossegue, na próxima semana, Colbert Martins vai a Brasília, em busca de recursos para Feira de Santana. Deve visitar amigos (…)

Chora os cofres do município.

Demissão

Colbert Filho adotou um novo modelo de demissão. Só ele e o secretario de Administração tomam conhecimento.

O experimento deu certo, demitiram 51 agentes de endemias desde o dia 31/08, e eles continuaram trabalhando, normalmente. Sem remuneração ou qualquer vínculo empregatício.

cljornal

 

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS