Tempo - Tutiempo.net

Péssimas previsões: Pré-candidatos em Feira de Santana nas eleições 2018

Deputados estaduais de Feira de Santana

As pré-candidaturas há deputado federal em Feira de Santana, não apresentam surpresas nas duas posições, vitória ou derrota.

Zé Neto do PT leva certa vantagem diante dos demais, tem um forte trabalho realizado em várias Prefeituras do interior e conta com o apoio do governador Rui Costa.

Outro nome que aparece com possibilidades é o suplente de deputado federal Zé Chico.

Um pouco distante mais com possibilidades o vereador licenciado e atual secretário de Prevenção a Violência, Pablo Roberto.

O problema maior de Plabo será recurso para uma campanha estadual que promete ser bastante dispendiosa. Ele é bem articulado e possui um bom discurso e não está envolvido em nenhuma denúncia de corrupção.

Os outros nomes nesta vasta lista de pré-candidatos não possuem quase nenhuma ou nenhuma chance de serem eleitos.

Com possibilidades distantes: Marcos Lima e Sérgio Carneiro.

Com nenhuma possibilidade: Josafá Ramos; Sargento Joel; Lu d Ronny; Isaias de Diogo; Álvaro Rios e Nelsinho da Kamys.

A campanha para deputado estadual apresenta nomes no processo de reeleição com grandes chances de serem vitoriosos, favoritos: Deputado José de Arimateia, Carlos Geilson e Targino Machado, com a vaga aberta pelo deputado estadual Zé Neto, o PT em Feira de Santana corre o risco de não eleger um deputado estadual.

Nessa corrida o PT tem dois nomes se destacam, o vereador sindicalista Alberto Nery e o pupilo de Zé Neto, Tarcízio Branco, os demais nomes são uma incógnita.

A possibilidade de surpresas nesse campo fica por conta do deputado federal Fernando Torres que não será candidato. Se decidir apoiar fortemente um nome, poderá criar uma surpresa, desde que esse nome tenha certa capilaridade eleitoral

Na Câmara Municipal os nomes das vereadoras Eremita Mota e Gerusa Sampaio podem surpreender. A dificuldade maior fica por conta de sua política domestica. Não possuem densidade eleitoral ao nível de Estado.

Estamos apenas no início desse processo eleitoral de 2018. Ainda teremos muitas novidades até as decisões serem tomadas nas convenções partidárias.

cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS