Plebiscito Popular será lançado em Feira de Santana

 

No dia 15 de novembro, mais de 100 organizações sindicais, populares e estudantis, se reuniram para lançar a campanha nacional do Plebiscito Popular por uma Constituinte. A pergunta que une todas essas organizações e será respondida pela população entre os dias 1 a 7 de setembro de 2014 é simples: “Você é a favor de uma Constituinte exclusiva e soberana para mudança do sistema politico no Brasil?”

No próximo dia 14 de Dezembro estaremos lançando em Feira de Santana o Plebiscito na cidade e região, importante a presença de diversos seguimentos sociais, garantindo a participação de todos na formação do nosso comitê local.

Todos nós temos direito a um sistema político que nos garanta representação e participação e que assegure, de fato, que demandas, desejos e problemas sejam tratados conforme as reais vontade e necessidade da maioria. Hoje, não é assim.

Uma mudança que avance além do sistema eleitoral e crie mecanismos para dar ao povo condições de influir efetivamente nas decisões do País. Para atingir esse objetivo, as entidades defendem o instrumento fundamental que assegure aos próprios cidadãos a possibilidade de convocar plebiscitos e referendos – algo que hoje somente o Congresso Nacional pode fazer.

A partir de um plebiscito popular, o povo dirá sim ou não a uma Constituinte Exclusiva e Soberana composta por cidadãos e cidadãs eleitos/as exclusivamente para mudar o sistema político, e não pelo Congresso Nacional.

Ao longo de todo o ano, as organizações que fazem parte dessa campanha discutirão com toda a população através dos comitês a necessidade de lutarmos por uma Constituinte, e, portando de responder sim à pergunta do Plebiscito popular, cujos votos serão colhidos pelas próprias organizações e demonstrarão a força dessa bandeira junto à população.

 

Data: 14/12/2013

Local: Teatro Arena – Cuca

Horário: 19h

Fonte: Ascom – Na luta e na Labuta

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS