Preservação: Feira de Santana ganha duas mil novas árvores

Quem vive no semi-árido, região onde o sol castiga praticamente o ano inteiro, sabe a diferença que faz uma sobra de uma frondosa árvore. Nos últimos 15 meses as ruas, avenidas e praças de Feira de Santana ganharam mais de duas mil novas árvores. Dentro de mais alguns anos elas oferecerão sombra e contribuirão para amenizar o ar, além de embelezar a cidade.

De acordo com o Departamento de Manutenção de Áreas Verdes, o bosque do município é formado por mais de 40 mil árvores, de mais de 70 espécies, algumas nobres, como jacarandá, ipês, acácia-ingás, e outras mais comuns, mas não menos importantes, como algarobas, fícus, flamboyant. Plantar uma árvore é uma maneira simples de contribuir para melhorar o meio ambiente.     

A quantidade refere-se apenas às áreas públicas. A meta, diz o diretor do Departamento, Deodato Peixinho, é que em quatro anos sejam plantadas dez mil mudas. Além de ocupar espaços vagos, novas árvores são posicionadas próximas de algumas que apresentam problemas fitossanitários e que as normas indicam que deverão ser retiradas.

“É a maneira para que o equilíbrio seja mantido e de maneira contínua. A renovação é essencial porque árvores são fundamentais para a vida de uma cidade”, diz o diretor. Em Feira existem verdadeiros corredores verdes, de quilômetros, como as avenidas Maria Quitéria e Getúlio Vargas, onde foram plantadas centenas de novas árvores.

Fonte: As Informações são da Secom PMFS/ Foto: Secom

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS