Prevenção inibe reprodução do mosquito transmite o vírus da dengue

O tempo atual oscila em chuva e muito calor, formando o binômio ideal para viabilizar a reprodução do mosquito aedes aegypti, que transmite o vírus a dengue.

O ciclo termina sendo concluído, na maioria das vezes, através do descuido das pessoas que não se preocupam com as condições que são deixadas ao descartarem vasilhas ou objetos que podem ser usados como eficientes chocadeiras para os ovos deste inseto.

Por isso nunca é demais as campanhas que o município realiza sobre prevenção. É preciso uma atenção redobrada por parte da comunidade, visando evitar a proliferação do mosquito.

O mês de janeiro é um dos meses que mais chovem no sertão. É também conhecido como mês das trovoadas.

A alegria do povo pela chegada das águas pode se transformar em situação de desespero, caso não se adote medidas preventivas.

Porque é nesse momento que o mosquito se aproveita do acúmulo de água para se reproduzir. O contraponto à reprodução dos mosquitos é a mobilização da sociedade no combate as possibilidades de reprodução.

Medidas simples, como não deixar que água seja acumulada em pneus, tonéis, calhas, manter a caixa d’água tampada, garrafas e vasos com a boca para baixo e os vasos das plantas com areia até a borda, evita que o mosquito se reproduza, são informações que constam em todos os livretos de prevenção.

Grande parte dos focos do mosquito é encontrada dentro das próprias residências. “Basta apenas um pouco de atenção”, diz a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, para evitar a proliferação.

A responsabilidade pelo combate e pela prevenção é de todos – governo municipal e população.

É uma situação em que se aplica um velho ditado: prevenir é melhor do que remediar. “Vamos nos empenhar ao máximo para que os números da dengue deste ano sejam menores do que o registrado em 2013. Por isso, é imprescindível que a comunidade abrace esta iniciativa, adotando medidas que evitam a reprodução do aedes”. O alerta contra o inseto deve ser permanente. Diz a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas.  

Fonte: Redação cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS