Samu demora quase 30 min para prestar socorro à vítima de acidente no Sobradinho

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Comerciantes e moradores do entorno da rua Voluntários da Pátria, bairro Sobradinho, que presenciaram um acidente na manhã desta segunda-feira (9), ficaram revoltados com a demora da chegada da ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O socorro só foi prestado à vítima após 27 minutos.

O acidente ocorreu por volta de 8h50 no cruzamento das ruas Voluntários da Pátria e Monte Castelo, e envolveu uma motocicleta e um veículo. O condutor da moto, Márcio Alves de Souza, 23 anos, que mora na rua Porto Alegre, mesmo bairro onde aconteceu a colisão, chocou-se com o carro e sofreu uma forte pancada na cabeça. Havia a suspeita também dele ter fraturado a perna direita.

 

 

O pedido de socorro ao Samu foi solicitado por quatro pessoas, inclusive pelo radialista Carlos Lima, que permaneceu no local até a chegada da ambulância. “Os atendentes do Samu colocaram dificuldades para atender o chamado. Relatei como estava a vítima e cheguei a me irritar com o interrogatório que fizeram. Há perguntas que só mesmo um profissional da área de saúde sabe responder. Com o tempo que se perde neste interrogatório, o quadro da vítima pode se complicar e, assim, a morte não ser evitada”, avalia Lima.

 

 

Ele considera que o tempo estimado para a vítima receber socorro poderia ter sido de pelo menos 10 minutos, já que o local do acidente não fica relativamente longe da garagem do Samu.

 

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS