Tourinho confirma que ANTT pode abrir retorno enquanto não constrói viaduto do Viveiros

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Levada pelo deputado federal Arthur Maia a comitiva formada pelo deputado estadual Targino Machado e os vereadores Roberto Tourinho e Zé Filé

O vereador Roberto Tourinho (PV), durante pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, na sessão ordinária desta segunda-feira (23), informou que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) poderá abrir um retorno no Anel de Contorno para facilitar o acesso entre os Conjuntos Viveiros e Feira X, enquanto aguarda liberação de recursos para construção do viaduto.

O anuncio foi feito durante reunião com o presidente da ANTT, Jorge Bastos, em Brasília, que contou com as presenças dos vereadores Roberto Tourinho (PV) e Zé Filé (PROS), deputado estadual Targino Machado e do deputado federal Arthur Maia.

De acordo com o Tourinho, uma nova reunião será realizada na próxima quarta-feira (25) para definir as providências que serão adotadas para amenizar os transtornos ocasionados pelo fechamento da via.

“Quando a BR 324 foi privatizada, a Via Bahia assumiu a responsabilidade de duplicar a rodovia e não constava no projeto a construção do viaduto do Viveiros. Por conta de problemas com relação à inadimplência da concessionária que administra a rodovia, os recursos para execução desta obra ainda não foram liberados.”

Nesta nova reunião, a ANTT irá buscar uma solução imediata para beneficiar as comunidades do Viveiros e Feira X até que o viaduto seja construído, afirmou o vereador Roberto Tourinho.

O vereador Cadmiel Pereira (PSC) parabenizou o colega do PV e destacou a importância de união da comunidade para conquistar melhorias.

“A comunidade percebe a movimentação positiva em busca de uma solução. Parabéns aos colegas vereadores e aos deputados por abrirem as portas para a solução do problema ocasionado pelo fechamento da via e pela não construção do viaduto”.

cljornal com informações da Ascom

OUTRAS NOTÍCIAS