A REVISTA VEJA ADMITE QUE MENTIU SOBRE FESTA DESOBRINHO DE LULA

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Finalmente a Veja, edição Brasília admite a falsidade da matéria publicada no dia 18 de fevereiro e imediatamente desmentida pelo ex-presidente Lula de que estaria sendo organizada uma festa
milionária para um inexistente sobrinho seu.

 

A nota, que você vê aí em cima, tem o título “Erramos”.

 

Deveria tê-lo “Mentimos”.

 

E ainda: “e ainda tentamos arrumar algo para continuar a mentir”.

 

Porque só isso explica porque mandaram o tal Ullisses Campbell, o desqualificado que se prestou ao papel de inventar a história, para
São Paulo, usar de expedientes e falsa identidade para xeretar a casa do irmão de Lula.

 

A “confissão de erro” da Veja tem o valor moral de um Alberto Youssef.

 

É algo como aquilo que disse dele o senhor Sérgio Moro: coisa de “bandido profissional”.

 

Daqueles que sabem que vão ficar impunes.

 

Porque, depois de 15 dias de estultos que acreditam naquele lixo reproduzindo a notícia, não vai ser o hipócrita “Erramos” que irá reparar o estrago.

 

Mas seria uma boa a família de Lula mover um processo contra o intrigante da Veja, para ele explicar como a revista bancava e mandava achar criar “provas” do que não existia.

Fonte: AG/Fernando Brito/cljornal

OUTRAS NOTÍCIAS